Inteligência Artificial generativa. Esse foi o foco do terceiro dia do AWS re:Invent 2023. No principal keynote do dia, o vice-presidente de dados e IA da AWS, Dr. Swami Sivasubramanian, falou sobre os principais avanços da AWS na área e deixou claro: a IA generativa se torna definitivamente parte da nuvem!

A Amazon Web Services (AWS) nasceu como uma startup. Este tipo de organização, por sua vez, foi o primeiro grupo de clientes a reconhecer o poder da nuvem e começar a usar serviços para converter suas ideias em novos negócios rapidamente. Desde 2013, o programa AWS Activate tem apoiado startups com recursos críticos e orientação de especialistas, com o objetivo de fornecer uma infraestrutura escalável para esses negócios, sem a necessidade de investimento em infraestutura de tecnologia.

A AWS segue sendo a oferta de nuvem mais abrangente e amplamente adotada do mundo por fundadores que desejam mudar o mundo com novos projetos, graças às ferramentas e serviços projetados especificamente para abordar o panorama acelerado de startups. Existem mais de mil unicórnios (startups privadas avaliadas em milhões de dólares) no mundo e a maioria deles estão na AWS – cerca de 83% que figuram no PitchBook, ferramenta que fornece aos leitores os melhores dados de mercado privado por meio de sua plataforma e de um conjunto de aplicativos de software premiados, executam suas cargas de trabalho na AWS. E esse número é maior ainda no Brasil – subindo para 91%.

AWS Activate: o apoio que muitas startups procuram

O AWS Activate foi lançado há mais de 10 anos e, desde sua criação, forneceu US$ 6 bilhões em créditos para startups de todo o mundo, com o intuito de ajudar a construir novas soluções no mundo. Até o momento, mais de 280 mil organizações usaram o AWS Activate em suas migrações para a nuvem.

Startups brasileiras que começaram pequenas e hoje são histórias de sucesso no país também se beneficiaram do AWS Activate. Por exemplo, o Nubank recebeu créditos em maio de 2014. A companhia levou apenas 7 meses para construir seu primeiro produto de cartão de crédito na AWS. Já o iFood foi contemplado com créditos em 2017. 

O programa apoia startups em cada etapa da sua jornada e as equipa com os recursos necessários, oferecendo uma série de benefícios, incluindo créditos da AWS, orientação de arquitetura para ajudar a expandir seus negócios e permite que as startups assumam o controle dos custos e otimizem continuamente seus gastos, enquanto criam aplicativos modernos e escaláveis para atender às suas necessidades.

Os membros do AWS Activate têm acesso a ferramentas que ajudam a criar e crescer o negócio, entre eles:

  1. Até US$ 100 mil em créditos da AWS;
  2. Capacitação e orientação com curadoria de especialistas experientes;
  3. Ofertas exclusivas de provedores de tecnologia e parceiros de AWS, como MongoDB e Hubspot;
  4. Oportunidades de networking com centenas de milhares de pares e a oportunidade de se conectar com possíveis investidores.

Mudando o panorama: a transformação do ambiente das startups

Antecipando-se à futura explosão de dados e necessidades de armazenamento, a AWS lançou seu primeiro serviço em 2006, o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3), que permite a clientes de todos os portes e setores armazenar e proteger qualquer quantidade de dados de praticamente qualquer caso de uso, e imediatamente seguiu com o lançamento de produtos como Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2), que possibilita criar, implantar e gerenciar sites, aplicações e processos na rede confiável e segura da AWS. Ambos os serviços foram criados em resposta às necessidades de agilidade e interação rápida que startups de todo o mundo exigiam.

A AWS também apoiou o crescimento acelerado de clientes brasileiros como QuintoAndar, Rappi e Gympass, fornecendo uma arquitetura rentável que permitiu que essas empresas escalassem e transformassem suas indústrias de forma confiável.

E, para aqueles que não são cientistas de dados, entenda como Inteligência Artificial funciona.

À medida que as novas empresas recorrem às tecnologias de Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML) para impulsionar seus negócios, a AWS se estabeleceu em uma posição única para fornecer produtos e serviços líderes na indústria, como o Amazon SageMaker, um serviço totalmente gerenciado que reúne um amplo conjunto de ferramentas para proporcionar ML de alta performance e baixo custo para qualquer caso de uso. A AWS está acompanhando o caminho para que as startups acessem soluções de IA generativa acessíveis e seguras, que se adaptam a casos de uso específicos. Com o lançamento do Amazon Bedrock em 2023, a maneira mais fácil de criar e escalar aplicações de IA generativa com modelos básicos, os empreendedores podem utilizar novas tecnologias para transformar seus sonhos em realidade.

Agora, a AWS está mais focada do que nunca em apoiar os empreendedores que estão resolvendo alguns dos maiores desafios de nosso tempo. Ao potencializar novas empresas que impulsionam a estabilidade, a inovação ecológica e as soluções de saúde global, por exemplo, a AWS pode respaldar iniciativas que criam um futuro melhor para todos.

O AWS Activate é a maneira das startups encontrarem um provedor de nuvem ágil, adaptável e resiliente. No último ano, por meio do AWS Activate, a AWS lançou mais de 20 aceleradoras de startups na América Latina em todos os setores, incluindo IA generativa, fintech, tecnologia de saúde, espacial e climática.

Além disso, apoia os fundadores sub-representados por meio da iniciativa AWS Impact Accelerator, para que as melhores ideias possam ter sucesso independentemente de gênero, orientação sexual, etnia e origem do fundador.